18 de out de 2008

Tanto dinheiro no bolso,nada na cabeça...as pérolas do futebol!!!

“EU PEGUEI A BOLA NO MEIO DE CAMPO E FUI FONDO, FUI FONDO, FUI FONDO E CHUTEI PRO GOL”

(Jardel, ex-jogador do Vasco e Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)

A BOLA IA INDO, INDO, INDO… E IU !!!

(Paulo Nunes, comentando um gol que marcou quando jogava no Palmeiras)

“NEM QUE EU TIVESSE DOIS PULMÕES EU ALCANÇAVA ESSA BOLA” (Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)

“NO MÉXICO QUE É BOM. LÁ, A GENTE RECEBE SEMANALMENTE DE 15 EM 15 DIAS
(Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)

“QUANDO O JOGO ESTÁ A MIL, MINHA NAFTALINA SOBE”
(Jardel, ex-atacante do Vasco, Grêmio e da Seleção, hoje no Porto de Portugal)

“CLÁSSICO É CLÁSSICO E VICE-VERSA” (Jardel)

“O MEU CLUBE ESTAVA À BEIRA DO PRECIPÍCIO, MAS TOMOU A DECISÃO
CORRETA: DEU UM PASSO À FRENTE”
(João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)

“A MOTO EU VOU
VENDER E O RÁDIO EU VOU DAR PARA MINHA AVÓ”
(Biro Biro, ex-jogador do Corinthians, ao responder a um
repórter o que iria fazer com o “Motoradio” que ganhou como melhor jogador da partida)

“EU DISCONCORDO COM O QUE VOCÊ DISSE” (Vladimir, ex-meia do Corinthians,
em uma entrevista à Rádio Record)

“NA BAHIA É TODO MUNDO MUITO SIMPÁTICO. É UM POVO MUITO HOSPITALAR” (Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense,
ao comentar sobre a hospitalidade do povo Baiano)

“JOGADOR TEM QUE SER COMPLETO COMO O PATO, QUE É UM BICHO AQUÁTICO E GRAMÁTICO” (VicenteMatheus, eterno presidente do Corinthians)

“O DIFÍCIL, COMO VOCÊS SABEM, NÃO É FÁCIL” (Vicente Matheus)

“HAJA O QUE HAJAR, O CORINTHIANS VAI SER CAMPEÃO” (Vicente Matheus)

“SE ENTRA NA CHUVA É PARA SE QUEIMAR” (Vicente Matheus)

“O MAIOR GENERAL DA FRANÇA É O GENERAL ELETRIC” (Vicente Matheus, ao responder uma pergunta
dos franceses que queriam comprar Sócrates)

“O SÓCRATES É INVENDÁVEL, INEGOCIÁVEL E IMPRESTÁVEL” (Vicente Matheus, ao recusar a oferta
dos franceses)

“NÃO TEM OUTRA, TEMOS QUE JOGAR COM ESSA MESMA” (Reinaldo, do Atlético, ao responder a pergunta do repórter se ele ia jogar com aquela chuva)

“AGORA QUE ESTOU INFORMATIZADO, VOU CONVERSAR COM MEU PROCURADOR PARA COBRAR MEUS
DIREITOS”
(Cafu, do Palmeiras, ao questionado sobre o direito dos 15% sobre a indenização que o São Paulo receberia da Parmalat na transação irregular com o Juventude)

Nenhum comentário:

Mercadão!